fbpx

Caesb utiliza tubos corrugados em PEAD para revitalizar e ampliar Estação de tratamento de esgoto sanitário do DF.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal – Caesb desenvolve atividades nos diferentes campos do saneamento, projetando, executando, ampliando, remodelando, administrando, operando e mantendo os sistemas de abastecimento de água, de coleta, tratamento e disposição final de esgoto sanitário.

O foco da Caesb é promover saúde e qualidade de vida a população do DF, além de proteger o meio ambiente. Atualmente, a Companhia atende 99% da população do DF com rede de água, além de coletar 89,4% do esgoto sanitário e tratá-lo 100%.

Em 2018, o Governo do Distrito Federal, por meio de financiamento contratado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID de R$ 84 milhões, iniciou o programa de revitalização, modernização e ampliação das 15 Estações de tratamento de esgoto sanitário do DF.

Em 2019, foi licitado o projeto de requalificação da ETE Melchior, Estação de tratamento de esgoto sanitário inaugurada em 2005, que atende a população de Taguatinga, Ceilândia, parte de Águas Claras e parte de Samambaia.

Além do projeto de ampliação e modernização, foi necessário o desenvolvimento de um projeto específico de by-pass (retenção), para desviar o fluxo constante de esgoto sanitário existente, a fim de viabilizar a execução das obras durante a operação da ETE. O projeto by-pass contou com soluções em PEAD Tigre-ADS e conexões Fernco para interligar a rede existente de PRFV (PVC reforçado com fibra de vidro).

Para a ampliação e execução da rede de esgoto sanitário existente e para construção da rede de desvio de by-pass (retenção), foram utilizados aproximadamente 200 metros de tubos corrugados em PEAD SANIPRO® da Tigre ADS, além das conexões em PEAD especificas para o desvio do fluxo.

A facilidade de encaixe ponta-bolsa e a leveza dos tubos corrugados em PEAD SANIPRO® possibilitaram uma instalação rápida, mesmo com a estação de esgoto sanitário em plena operação.

Dentre as vantagens, destacamos que os tubos corrugados em PEAD SANIPRO® podem ser instalados em valas reduzidas, uma vez que a rede de esgoto sanitário definitiva e a rede by-pass provisória da ETE foram instaladas no mesmo local e com pouco espaço disponível, essa vantagem na instalação contribuiu satisfatoriamente para a execução do projeto.

Além das vantagens citadas, destacamos que o PEAD por ser um polímero inerte, não reage com o fluído transportado, podendo ser facilmente utilizado em condução de efluentes químicos das estações de tratamento.

O sistema de esgoto sanitário é projetado para o escoamento dos resíduos domésticos e o escoamento dos resíduos industriais e de hospitais. O esgoto contém resíduos tóxicos, resíduos químicos, fungos, bactérias e micro-organismos que precisam ser conduzidos de forma segura até a estação de tratamento, a fim de evitar contaminação do meio ambiente e preservar a saúde pública.

Segundo o Engenheiro Johnson Nascimento Araújo da Concremat / Caesb, “o projeto inicial para a obra determinava utilização de tubos em PRFV para todas as interligações, uma vez que todas as tubulações existentes da Estação de tratamento de esgoto sanitário são desse material. Porém, após análise e proposta de alteração aprovada pela contratada e aprovada pela Caesb, houve a troca do material em PRFV para PEAD devido inúmeras vantagens que o material apresenta, como a durabilidade, disponibilidade de conexões variadas em relação a outro material, facilidade para instalação e outros pontos positivos. A empresa escolhida para fornecimento desses materiais foi a Tigre-ADS devido as boas indicações e experiencias anteriores em outras obras da CAESB e a oferta de atendimento técnico pós-venda, que foi utilizado e nos auxiliou para solucionar alguns problemas encontrados em peças de conexões e para o treinamento de colaboradores para a instalação do material”.

A linha para esgoto sanitário SANIPRO® cumpre com as especificações das normas NBR ISO 21138-1, NBR ISO 21138-3 e ASTM F2947. Os tubos corrugados em PEAD são submetidos a rigorosos testes em nossos laboratórios.

Tigre-ADS, um novo jeito de fazer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima